COMPRE AGORA

segunda-feira, julho 20, 2015

Morre piloto francês de Fórmula 1 Jules Bianchi

O piloto francês de Fórmula 1 Jules Bianchi, de 25 anos, morreu na noite de sexta-feira em razão dos ferimentos causados pelo grave acidente, em outubro passado, no Grande Prêmio do Japão. As informações foram anunciadas pela família, por meio da rede social Facebook: “O Jules lutou [pela vida] até ao limite, como sempre fez, mas hoje a sua batalha chegou ao fim”, dizia a postagem.
O jovem piloto morreu na noite de sexta-feira no Centro Hospitalar da Universidade de Nice, no sul de França, onde permanecia em coma desde o acidente ocorrido em Suzuka.

Bianchi ficou gravemente ferido depois o seu monolugar ter embatido contra uma grua que tentava remover o carro do alemão Adrian Sutil (Sauber), que se tinha despistado no local, durante o Grande Prémio do Japão de Fórmula 1, disputado em 05 de outubro de 2014, em condições climatéricas muito adversas.
O piloto da Marussia, que sofreu uma “lesão axional difusa”, uma das formas mais graves de traumatismo cerebral, estava em coma na unidade de Nice, para onde foi transferido, em novembro, depois de ter recebido os cuidados iniciais no Japão.

Bianchi, que completava 26 anos no próximo mês, juntou-se à escuderia anglo-russa em 2013, tendo corrido em 34 Grandes Prémios e somado dois pontos no campeonato mundial até ao acidente no circuito de Suzuka.
No comunicado, a família do piloto francês agradeceu a todos os que demonstraram o seu afeto ao longo dos últimos meses. “Deu-nos uma grande força e ajudou-nos a lidar com momentos tão difíceis”, afirmou, pedindo privacidade na hora do luto.
Na passada segunda-feira, Pierre Bianchi, pai do jovem francês, tinha afirmado estar “menos otimista” relativamente a um completa recuperação de Jules, depois de nove meses passados no hospital sem sinais de “progressos significativos”.

Morte é a primeira em mais de 20 anos

Jules Bianchi é a primeira vítima mortal na Fórmula 1 em mais de 20 anos. O último acidente fatal foi o do brasileiro Ayrtin Senna, que morreu a 01 de maio de 1994, no cicuito de Imola (Itália), durante o Grande Prémio de São Marino, um dia depois de o austríaco Roland Ratzenberger ter perdido a vida numa das sessões de treinos.
Após as mortes de Senna e Ratzenberger, as medidas de segurança na Fórmula 1, tanto nas pistas como nos carros, tiveram um crescimento gradual e a lista de acidentes fatais manteve-se em branco até hoje.
O piloto francês é o 27.º piloto a morrer devido a um acidente desde que o campeonato do mundo de Fórmula 1 começou em 1950, como mostra a lista abaixo.

Pilotos mortos em acidentes na Fórmula 1:

1954 Onofre Marimon (Arg) - GP Alemanha (Nürburgring)
1958 Bill Vucovich (EUA) - 500 Milhas de Indianápolis
1958 Pat O'Connor (EUA) -  Indianápolis
        Luigi Musso (Ita) - GP França (Reims)
        Peter Collins (GB) - GP Alemanha (Nurburgring)
        Stuart Lewis-Evans (GB) - GP Marrocos (Casablanca)
1959 Jeff Unser (EUA) - 500 Milhas de Indianápolis
        Brian Cortner (EUA) - 500 Milhas de Indianápolis
1960 Chris Bristow (GB) -  GP Bélgica (Spa-Francorchamps)
        Alan Stacey (GB) - GP Bélgica (Spa-Francorchamps)
1961 Wolfgang Von Trips (Ale) - GP Itália (Monza)
1964 Carel Godin Beaufort (Hol) - GP Alemanha (Nürburgring)
1966 John Taylor (GB) - GP Alemanha (Nürburgring)
1967 Lorenzo Bandini (Ita) - GP Mónaco
1968 Jo Schlesser (Fra) - GP França (Rouen)
1969 Gerhard Mitter (Ale) - GP Alemnha (Nürburgring)
1970 Piers Courage (GB) - GP Holanda (Zandvoort)
       Jochen Rindt (Aut) - GP Itália (Monza)
1973 Roger Williamson (GB) - GP Holanda (Zandvoort)
1975 Mark Donohue (EUA) - GP Áustria (Zeltweg)
1977 Tom Pryce (GB) - GP África do Sul (Kyalami)
1978 Ronnie Peterson (Sue)  - GP Itália (Monza)
1982 Gilles Villeneuve (Can) - GP Bélgica (Zolder)
        Riccardo Paletti (Ita) - GP Canadá (Notre Dame)
1994 Roland Ratzenberger (Aut) - GP São Marino (Imola)
        Ayrton Senna (Bra) - GP São Marino (Imola)
2015 Jules Bianchi (Fra) - GP Japão (Suzuka) - 2014

Fonte: EBC

Nenhum comentário:

VÍDEOS

Loading...