COMPRE AGORA

segunda-feira, janeiro 12, 2015

A linha de montagem do Porsche 918 Spyder

 Ergonômica e confiável: a linha de montagem do 918 Spyder

A linha de montagem do ateliê de produção do 918 Spyder em Stuttgart-Zuffenhausen é uma verdadeiro ponto de atração, tanto visualmente como em termos de processos e variedade de novos desenvolvimentos nos campos de montagem e garantia da qualidade que ocorrem lá. Diversos pedidos de patentes estão pendentes para algumas destas inovações, que atendem aos mais altos padrões, especialmente em termos de ergonomia. Estas inovações dão ênfase ao fato de que “nossa definição de inovação vai além do próprio veículo”, como explicado por Michael Drolshagen que, no cargo de Diretor de Produção, esteve envolvido no projeto do ateliê de produção e supervisiona as atividades que atualmente ocorrem lá. Os seguintes exemplos dão uma ideia das inovações ergonômicas que são utilizadas no ateliê de produção:

Plataformas da empilhadeira pantográfica


As plataformas da empilhadeira pantográfica permitem a montagem ergonômica dos veículos, começando pelo interior e trabalhando de dentro para fora até completar o exterior. As plataformas da empilhadeira pantográfica se movem de uma estação para outra com o apertar de um botão, o que facilita consideravelmente o trabalho dos técnicos quando, por exemplo, eles precisam montar uma bateria de alta tensão de 140 quilogramas na parte posterior do veículo. Além disso, as plataformas da empilhadeira pantográfica garantem que a carroceria possa ser montada sem causar nenhum tipo de dano.

Elevador montacarga de montagem
O elevador montacarga operado por bateria foi projetado especialmente para o ateliê de produção da Porsche. O elevador montacarga carrega o monocoque de dois lugares, que é o ponto de partida para a montagem do 918 Spyder. O elevador montacarga permite que o invólucro do monocoque seja girado horizontal ou verticalmente, abaixado ou levantado, o que significa que o interior do veículo, bem como a bateria de 12 volts e os cabos de alta tensão podem ser posicionados com grande facilidade. A capacidade de posicionar os componentes com facilidade é, de fato, essencial para evitar danos quando os componentes estão sendo montados.

Montagem do sistema de transmissão


Durante o chamado processo de “noivado”, o motor elétrico e o módulo da transmissão são conectados em um estado desenergizado ao motor com a ajuda de um carrinho especialmente projetado. Juntos, estes componentes formam a unidade de acionadora do veículo. Neste ponto, são utilizadas as plataformas da empilhadeira pantográfica especialmente projetadas: elas posicionam o suporte da unidade do motor acima do sistema de transmissão de maneira que ambos os elementos possam ser unidos por parafusos em três pontos diferentes. A fase do processo seguinte é chamada de “matrimônio”. O matrimonio conecta o sistema de transmissão e o suporte da unidade do motor ao monocoque através de seis parafusos com porca.

Plataforma de alinhamento das rodas
Graças à nova plataforma de alinhamento das rodas que são utilizadas no ateliê de produção, todos os parâmetros essenciais podem agora ser medidos dentro de um espaço bastante reduzido. Estes parâmetros incluem propriedades como distribuição transversal da carga, o ângulo de avanço do cavilhão e a inclinação das rodas (camber) e todos eles podem ser configurados para o ajuste ideal do veículo.

Mesas de acabamento em couro e montagem


As mesas de acabamento em couro e montagem utilizadas no ateliê de produção do 918 determinam os novos padrões de ergonomia e flexibilidade. Por exemplo, os elementos intercambiáveis permitem que diferentes componentes sejam fabricados, garantindo que o tempo na estação seja utilizado de modo ideal. Além disso, tanto a altura como o ângulo das mesas podem ser ajustados de modo que a mesa atende às necessidades de cada funcionário individual.

As chaves de fenda sem fio controladas por tecnologia Bluetooth


As chaves de fenda sem fio controladas por tecnologia Bluetooth estão sendo utilizadas pela primeira vez na Porsche. Estas chaves de fenda endossam a filosofia do ateliê de produção porque elas operam praticamente em silêncio e não precisam de fios. Estas características oferecem aos técnicos uma flexibilidade máxima e reduzem consideravelmente o risco de danos aos componentes. Ademais, a integração das chaves de fenda com o banco de dados através de uma interface Bluetooth garante que os valores de torque para todas as conexões de parafusamento específicas quanto à segurança sejam cumpridos e podem ser documentados e verificados em qualquer momento.

Cartão eletrônico de rastreamento do veículo


O cartão eletrônico de rastreamento do veículo, conhecido pela sigla eWbk, pode não ser uma inovação para o ateliê de produção do Spyder 918, mas ele mostra claramente de que modo a fábrica de Zuffenhausen, que abriga a linha de produção do 911 há cinco décadas, conseguiu integrar eficazmente a fabricação de veículos em pequena e grande escala. Uma característica padrão para a fabricação em grande escala há vários anos, o sistema eWbk utilizado no ateliê de produção também contém uma grande quantidade de informações que são essenciais para o processo de produção, incluindo os desenhos e pontos de prova, apenas para mencionar alguns. Além disso, o cartão pode ser utilizado para documentar possíveis problemas como, por exemplo, o retorno da chave de fenda sem fio controlada por tecnologia Bluetooth indica que um torque específico não foi alcançado.


Fonte: Porsche

Nenhum comentário:

VÍDEOS

Loading...