COMPRE AGORA

quarta-feira, maio 14, 2014

DUCATI 1199 PANIGALE S SENNA BRILHA EM ETAPA DA SÉRIE SUPERBIKE BRASIL


Domingo, 04 de maio, 09 horas da manhã. Preparativos finais para o início da segunda etapa do Superbike Series 2014, com largada prevista para as 13 horas no autódromo de Interlagos (São Paulo).

Para um dos pilotos da Squadra Ducati Ribeirão, Diego Pretel, porém, o cenário não parecia animador. A pouco menos de trinta minutos do início da corrida, sua motocicleta, uma 1199 Panigale R, estava aos cuidados dos engenheiros, que trabalhavam de forma alucinada para resolver problemas elétricos após a classificatória. 

Apesar da correria total nos boxes em busca de soluções que permitissem a motocicleta ir para a corrida, o cenário, de fato, era tenso.

Eis que o chefe da equipe, Brenno Floriano, teve uma grande ideia: por que não correr com a 1199 Panigale S Senna? “A motocicleta estava lá, em exposição, por conta do evento de lançamento oficial em tributo ao piloto Ayrton Senna. Não tivemos dúvida e iniciamos os preparativos”, conta Floriano.  

Porém, se a ideia era muito boa, colocá-la em prática não seria tão fácil. Isso porque, apesar de a 1199 Panigale S Senna ser uma esportiva de alta performance, ela não estava preparada e devidamente equipada para atuar em uma competição.

Com o esforço dobrado de todos os integrantes da equipe e alguns ajustes mecânicos, a 1199 Panigale S Senna viu seu motor roncar forte cerca de 30 segundos antes do fechamento do box. Assim, para delírio e aplausos de todos, inclusive pilotos e equipes concorrentes, a moto partiu para a luta, alinhando com os demais competidores na 10ª posição do grid de largada.

O resultado final não poderia ter sido melhor. Mesmo não estando em igualdade de condições com as demais motocicletas, Diego Pretel e a 1199 Panigale S Senna fizeram muito bonito, travando grandes batalhas ao longo das 15 voltas da corrida e fechando na 7ª posição, deixando para trás outras 28 motocicletas específicas de competição.

Para Diego Pretel, a experiência de pilotar a única 1199 Panigale S Senna disponível no Brasil durante uma corrida oficial de Superbike foi fantástica e inesquecível. “Sempre fui fã do Ayrton Senna. Para mim, foi um grande prêmio ter tido a oportunidade única de correr em um dos circuitos favoritos dele, com a moto que foi idealizada e projeta por ele. Não tem preço”, afirmou o piloto, que ainda lembrou: “tinha algo especial no ar aquele dia, algo como se a moto tivesse vontade própria e quisesse competir. Fico imaginando se tivesse sido preparada para a corrida. Certamente brigaria pela vitória”, completa.

Se para a Ducati o momento foi marcante, para o Instituto Ayrton Senna, parceiro da marca no desenvolvimento da 1199 Panigale S Senna, foi ainda mais especial. “Vinte anos depois, voltamos a Interlagos, palco de uma das mais emocionantes vitórias de Ayrton. Foi uma surpresa muito especial quando vimos a moto que leva o nome dele no grid de largada”, afirmou Mauro Ratto, Gerente de Licenciamento do Instituto Ayrton Senna.

A emoção, contou Ratto, ficou ainda mais intensa quando o piloto da Squadra Ducati Ribeirão, Diego Pretel, apontou na reta para a grande largada. “Foi a consagração quando a moto funcionou e partiu para a corrida há apenas 30 segundos do início.  Realmente um momento inesquecível não só para nós, do Instituto, quanto para todos que estavam no autódromo. Um momento único e inesquecível que ficará para sempre em nossas memórias”, concluiu o executivo do IAS.

Ricardo Susini, Diretor-Geral da Ducati no Brasil e um dos mais animados com o feito, ressaltou o gostinho especial de ver a 1199 Panigale S Senna, que terá apenas 161 unidades comercializadas (referente aos números de corridas que o piloto brasileiro realizou em sua carreira), entrar na pista e brigar de igual para igual com as demais motocicletas.

“Fizemos o lançamento da 1199 Paninale S Senna aqui em Interlagos, como uma homenagem ao legado de 20 anos do piloto Ayrton Senna. Não esperávamos vê-la competindo na pista. Mas, este fato inusitado, junto com a fantástica vitória do outro piloto da equipe, fechou o final de semana como chave de ouro para a Ducati no Brasil”, conclui Susini. 

Crédito foto: Sampafotos

Fonte: CDN Comunicação

Nenhum comentário:

VÍDEOS

Loading...