COMPRE AGORA

domingo, julho 29, 2012

Copa Fiat: Cacá Bueno repete Londrina e vence em Curitiba


CURITIBA - O local é outro, mas a foto do pódio é a mesma. Na prova adiada de Londrina no início de maio e transferida para o Autódromo Internacional de Curitiba-Pinhais, o resultado final da segunda etapa da Copa Fiat foi apenas uma reedição da primeira corrida do norte paranaense. O bicampeão Cacá Bueno voltou a ganhar, seguido por André Bragantini e Christian Fittipaldi, e descontou a desvantagem que o mantém na vice-liderança da série de turismo do Racing Festival. Christian continua na ponta, mas a vantagem caiu de 13 para oito pontos.

Foi a prova mais movimentada das quatro já disputadas nesta temporada. Com o grid invertido dos oito primeiros em Londrina, Cacá saiu da 8ª posição e precisou trabalhar bastante na primeira metade da prova, até que os diversos toques entre os carros que iam à sua frente facilitaram sua tarefa. O pole Ulisses Silva, que acabaria excluído da prova por conduta antidesportiva contra Lair Miranda, e o seu companheiro de primeira fila Mauri Zaccarelli foram perdendo terreno e permitindo a ultrapassagem dos favoritos. No meio da corrida, Cacá já liderava, seguido por Christian e Bragantini. Quando restavam duas voltas, no entanto, Bragantini subiu para segundo com uma bela ultrapassagem na freada da reta oposta.

Cacá e Christian cumprimentaram-se friamente no pódio. "Ele se queixou que toquei nele quando o passei, mas meu carro nem marca tem", justificou-se Cacá. "Foi uma corrida animada. Não larguei bem, mas consegui me acomodar depois de alguns toques. Já no final, o Andrezinho estava muito rápido e me passaria se tivessem mais algumas voltas. Agora, o campeonato ficou embolado, o Christian, eu e o Andrezinho mais próximos", comentou o vencedor. Depois da entrega dos prêmios, em função de uma reclamação formal de Christian, Cacá foi chamado à sala da direção de prova para se defender. "Foi uma corrida boa, mas meu carro perdeu rendimento no fim. Pelo menos já identificamos o problema e sabemos como corrigi-lo para amanhã", resumiu Christian, evitando uma crítica direta a Cacá.

Bragantini chegou escapar na saída da curva zero na primeira volta, mas se recuperou e cruzou a linha de chegada grudado em Cacá. "Foi uma corrida divertida. Pude reagir porque o carro estava muito bom. Estava mais rápido que o Cacá, mas é sempre muito difícil ultrapassá-lo e preferi não arriscar", disse Bragantini, cujo companheiro de equipe Giuliano Losacco foi obrigado a abandonar por causa de um problema na mangueira do turbo quando ocupava a 4ª colocação.

Neste domingo, mais duas provas - válidas pela 5ª e 6ª etapas - movimentarão o autódromo. A primeira bateria tem largada prevista para as 10h05, enquanto a segunda começará às 13h20, já com transmissão ao vivo pela Rede TV e pelo sitewww.brmtv.com na Internet. O público concorrerá a um Fiat Uno Vivace 0K depois da corrida de fundo.

O resultado da prova:

1º Cacá Bueno, 18 voltas em 27:30.203
2º André Bragantini, a 0.228
3º Christian Fittipaldi, a 1.513
4º Wellington Justino, a 7.788
5º Leonardo Nienkotter, a 8.259
6º Cesinha Bonnilha, a 21.881
7º Popó Bueno, a 29.546
8º José Vitte, a 29.567
9º Mauri Zaccarelli, a 31.485
10º Fernando Nienkotter, a 4 voltas

Não completaram
Luir Miranda, a 7 voltas
Giuliano Losacco, a 9 voltas
Edson do Valle, a 9 voltas

Desclassificado por atitude antidesportiva
Ulisses Silva

Classificação do campeonato

1º Christian Fittipaldi, 57 pontos
2º Cacá Bueno, 49
3º André Bragantini, 36
4º Giuliano Losacco, 28
5º Popó Bueno e Wellington Justino, 20
7º Edson do Valle, 13
8º Ulisses Silva, 11
9º Cesinha Bonilha, 8
10º Allam Khodair, Luir Miranda e Leonardo Nienkotter, 6
13º Mauri Zaccarelli e Rogério Castro, 4
15º Antônio Jorge Neto e José Vitte, 3
17º Betinho Sartório e Fernando Nienkotter, 1

Fonte:
MF2 

Nenhum comentário:

VÍDEOS

Loading...