COMPRE AGORA

quinta-feira, maio 03, 2012

Bruno Senna minimiza tempos dos testes em Mugello


"Esta é a pista onde o peso do carro faz a maior diferença", diz piloto da Williams

Bruno Senna minimizou os resultados da segunda sessão de testes coletivos da Fórmula 1 em Mugello. Depois de assistir ao piloto reserva Valtteri Bottas enfrentar um dia marcado por chuvas pesadas na véspera, Bruno assumiu o volante do Williams FW34-Renault nesta quarta-feira e, com o sol brilhando nos dois períodos, fechou seu turno com a 14ª e última colocação. "Testes são sempre assim, ninguém sabe como os outros estão andando. E em nenhuma outra pista o volume de combustível faz tanta diferença. Cada 10 quilos aqui representam quatro décimos, contra três na maioria dos outros autódromos", comparou.

Bruno fez sua melhor volta em 1min24s842, contra a marca de 1min21s603 registrada por Romain Grosjean (Lotus) e Kamui Kobayashi (Sauber), e disse que em nenhum momento a equipe se preocupou com o cronômetro. "Viemos fazer uma série de testes aerodinâmicos e conseguimos completar praticamente todo o programa. Treinei sempre com muita gasolina. Agora, vamos analisar direitinho todos os resultados e ver o que poderemos levar para a próxima corrida, em Barcelona. Mesmo sem essa preocupação de andar rápido, tenho certeza que o Pastor Maldonado terá um carro mais veloz amanhã", afirmou. Caberá ao venezuelano, em seu segundo ano pela organização fundada por Frank Williams, encerrar os trabalhos nesta quinta-feira no autódromo de propriedade da Ferrari.

No total, Bruno completou 100 voltas pelo traçado de 5.245 metros, o que corresponde a cerca de 525 quilômetros ou a distância de um grande prêmio e meio. Ocupado com as tarefas delegadas pela equipe, que incluíam ainda longas séries de voltas, Bruno não pôde "espionar" as novidades introduzidas pelas equipes com vistas ao início da fase europeia. "O dia de ontem também não ajudou por causa da chuva, mas tem muita gente com evoluções. De qualquer forma, sem saber qual era o peso do combustível, fica difícil fazer qualquer análise."

Fonte: MF2 

Nenhum comentário:

VÍDEOS

Loading...